MENU

25 novembro 2015

Desmistifica - E se eu te disser que Jesus é feminista?


Eu Oi oi oi Sociedade, tudo bom?

Então eu sou a Tay Alve'z e vou bater ponto por aqui de quinze em quinze dias.
Ganhei da May a coluna que batizei carinhosamente de DESMISTIFICA:

-Mistificação: Ação ou efeito de enganar (alguém); fazer com que uma pessoa acredite numa mentira; farsa

-Desmistificar: Desfazer uma mistificação, denunciar um erro.


Eu tenho 23 anos, sou assistente  social, faço segunda graduação em Gestão de Recursos Humanos, moro no RJ, tenho um blog literário há um ano, mas, há algum tempo comecei a ver que eu tinha mais para oferecer do que apenas minha opinião sobre os livros e autores. Eu tinha mais para oferecer pro mundo dividindo minhas certezas e duvidas e a May me deu essa doce oportunidade aqui no Borboleta Rabiscada, então sou muito grata a ela.



O post de hoje vai falar para vocês sobre como me descobri feminista (LIBERDADE) e como eu
tenho base bíblica para isso (LIBERDADE), então se você é feminista e acha que a bíblia oprime as mulheres, fica aqui amiga, vamos conversar e é claro, se você é "crente" e me acha pecadora, pega sua bíblia vem aqui também e fica até o final do post, é por causa de pessoas como você, que os cristãos são tachados de ignorantes todos os dias.

Vamos começar separando dois conceitos

Cristão: o significado da palavra Cristão no grego é "Pequeno Cristo". Cristãos seguem aquilo que Jesus mandou fielmente porque confiam em tudo o que Ele nos diz através da palavra - Bíblia.

Religioso: O religioso luta pelos fundamentos da sua religião, a religiosidade consiste na falta de compromisso com Deus e um compromisso com a religião. Geralmente, pessoas que vivem reproduzindo coisas que apenas ouviram e nunca viveram.

Eu vou contar para vocês brevemente coisas que me levaram ao feminismo: direito de escolha, direito de ser quem eu sou, direito de opinar, direito de estudar, direito de falar, direito de votar, direito de amar, direito de não ser envergonhada de tudo só por que eu sou mulher, direito de dizer que abuso sexual não é apenas o estupro é qualquer pensamento invasivo que um homem tenha a meu respeito, direito de não usar sutiã porque whatever, mamilos são polêmicos e precisam parar de ser.

Tudo isso Jesus me permite com poucas frases e muitas atitudes da bíblia. E todas as vezes que um homem diz que eu não posso alguma coisa porque eu sou mulher, eu respondo a ele com a seguinte frase:
 "Negar a igualdade de direitos às mulheres é negar o amor a elas. É não cumprir o que Jesus disse, ao tratá-las diferente de como gostaríamos de ser tratados". - Adaptado de Estêvão Reis.

Jesus nunca separou homens e mulheres para dar seu mandamentos, então vamos aqui a algumas frases de Jesus, que fundamentam todo o meu feminismo:

- Mateus 22:39 [...] Amarás o teu próximo como a ti mesmo.
Jesus não cria exceções do tipo: As mulheres não, com elas vocês podem fazer o que quiserem. Não, amorzinhos, Jesus é claro, amarás o teu próximo como a ti mesmo, ou seja, não fará com elas o que não gostaria que fizessem para si.

-Para Jesus não havia distinção no revelar os seus segredos, ele falava tanto para os homens e mulheres que o seguiam e aceitavam a sua proposta. As ultimas pessoas que estiveram com Jesus na Cruz foram as mulheres e as primeiras a encontrarem Jesus depois da ressurreição, foram mulheres ♥ #JesusMozão

Antes de continuar com exemplos das atitudes de Jesus que deixem claro o porque eu me tornei feminista por concordar com Ele, vou contar minha maior história triste com o machismo, mas, não o machismo externo, não é o meu primeiro abuso, é o machismo interno, aquele que faz você se anular, apenas por ser mulher e achar que a sociedade não está pronta para isso.

Eu menstruei bem novinha... aos 12 anos mais ou menos, mas, minha família só soube disso, quando eu tinha 14 anos, porque eu escondi, me senti orca, suja, nojenta, asquerosa, ninguém ia querer falar comigo, não dava para ter amizade com uma pessoa que menstruou tão cedo, né?
Família? Eu disse família? Minha mãe e minha irmã,porque eu não deixei contar para mais ninguém, quando eu tinha 16 para 17 anos estava morta de cólica  minha mãe mandou meu pai comprar um atroveran, eu fiquei sem falar com ela horas porque ela tinha contado para ele que eu tinha menstruado, olha isso, imagina se ele ia sabe, eu com quase 17, quase que consegui esconder para vida toda não é mesmo? E sabe o que Cristo acha disso? Nada! A mulher com fluxo de sangue tocou em Jesus, ela buscava ser curada, de um mioma talvez, mas, ao passo que as mulheres deveriam ficar enclausuradas durante a menstruação ela foi lá e tocou em Jesus, porque sabia que Ele a curaria, quer dizer, o Messias não a julgou, que mais iria julgar? Ele não pediu para ela se afastar, quem mais faria isso?

É por coisas assim, que o feminismo existe, quando Jesus veio, nivelou os seres humanos, deu poder de voz às mulheres, deu poder de aprender e ensinar às mulheres. 

"Para mulheres e outras pessoas oprimidas, Jesus virou de cabeça para baixo a sabedoria da sua época." (Philip Yancey)

É meio inadmissível que Malafaias e Bolsonaros venham me dizer o que fazer, o que comer o o que vestir né?

Porque a mesma bíblia que fala para eu me vestir com decência, fala, em Mateus 18:9 "Se um dos teus olhos te faz pecar, arranca-o, e lança-o fora de ti, pois melhor é entrares na vida eterna com um olho só, do que, tendo os dois, seres lançado no fogo do inferno."

Porque afinal, o que é decência não é mesmo? O que é decente para mim, pode não ser pro tarado que passa na rua, ou pro irmão que vive na tentação e nessas horas é mais fácil pedir para eu aumentar minha roupa de "Tá pedindo" do que arrancar um olho fora, não é mesmo? 

É, e é porque eu sou mulher, mas Jesus, não me nivelou por baixo, ele me deu os mesmos direitos e eu não vou aceitar menos que isso.

Então eu quis falar sobre isso, para vocês verem como as pessoas manipulam a bíblia, como usam a palavra a seu favor  a seu bel prazer.

Vou abordar três assuntos polêmicos no ringue igreja X sociedade aqui:

- Divorcio
- Submissão
-Aborto

-Divórcio:



Antes de Jesus, os homens podiam se divorciar e suas mulheres a qualquer hora por qualquer motivo, e pior, podiam repudiar as suas mulheres, isso era colocar a mulher para fora sem mais nem menos, uma das primeiras coisas que Jesus deixou claro é que o casamento não foi feito para ser desfeito, mas, que quando fosse, o homem tinha de dar a carta de divórcio para a sua mulher, o que queria dizer parte no dinheiro da família e é claro, devolver o dote que recebeu por ela.




- Quer dizer, o Brasil viveu anos oprimido por uma constituição que impedia o divorcio, quando Jesus nunca o fez, e logo depois tirou o direito de se casar novamente APENAS das mulheres, como Jesus nunca fez.

*biblicamente o divórcio só é tolerável em caso de traição, é só pode se casar novamente o traído, independente do sexo de quem traiu.

-Submissão

Gente, pelo amor de Deus, parem de acreditar em qualquer babaquice que cês escutam, sério, submissão não é ser escrava do marido ou fazer tudo o que ele manda. A submissão talvez seja o maior tabu da Bíblia principalmente entre os cristãos, porque eu só vou fazer algo que o meu marido propôs, se ele me mostrar na Bíblia que é o correto a ser feito e não porque ele quer, porque essa possessão e controle anula a condição que Deus IMPÔS aos homens para que as mulheres fossem submissas a vossos maridos:
A submissão da mulher acontece sob uma condição, o amor incondicional, é fácil ser submissa a alguém que te ama incondicionalmente é que te guiará segundo aquilo que a palavra de Deus manda, sabe o que isso quer dizer?

DUAS COISAS:
1 - Que a submissão é uma relação de amor e confiança, a mulher só será submissa ao marido que a amar tanto que poderá morrer por ela a qualquer instante.

2 - Que a submissão é uma escolha de quem professa a fé bíblica, ou seja, eu não posso obrigar ninguém que não é cristão a ser submissa e nenhuma feminista que não professa a minha fé pode me obrigar a ser subversiva.

Mas e quando ao aborto Tay ?
-Bom, me disseram que eu não precisava lutar por todos os ideais do movimento para ser feminista certo?
Mas deixo uma imagem e uma mensagem para vocês refletirem:















Desde que me entendo por gente, escuto que o corpo da mulher reage a gravidez porque existe um corpo estranho dentro dela, e bem, se é um corpo estranho não é o corpo da mulher correto? E se for parte do corpo da mulher ela ta tentando se mutilar certo? Então, não é legal, em nenhuma das hipóteses.


Essas coisa que eu falei sobre Cristo parecem pequenas para nós hoje, assim como as conquistas da primeira onda do movimento feminista pareceu pequena para a segunda, assim como as da segunda não foram o suficiente para nós e assim como as nossas conquistas vão parecer pouco um dia.

A verdade é que Jesus em sua infinita sabedoria queria deixar claro que não somos menores que os homens em nada que não somos inferiores a eles em nada, que não precisamos nos sentir assim. Eu sei que você pode dizer "mas, antes disso a mulher era..."
Antes disso era tudo uma merda amiguinhos, ninguém fazia o que Deus mandava e foi por isso que Deus mandou Jesus vir morrer para acalma o povo.

E outra verdade que vemos ao logo da bíblia é que as mulheres foram se destacando, algumas vezes porque era para ser assim e outras vezes porque os homens se omitiam e a mulher precisava assumir o papel na linha de frente. Como vemos hoje com famílias monoparentais, por exemplo.

Existem diferenças entre homens e mulheres? Existem! Muitas! Eu vou ter os mesmos direitos que um homem e eu posso ter as mesmas obrigações que um homem, mas, eu nunca vou ser um homem, e eu lido muito bem com isso meninas, e vocês ?

Eu fico por aqui, e lembro a você, se você não vive debaixo da leis de Deus, não precisa viver a vida que Deus separou para os seus filhos, afinal, Deus não obriga ninguém a nada e esse deve ser o seu argumento para lidar com a opressão do "você tem", é a mesma coisa que seguir as regras da casa do vizinho, ele é um pai legal, mas, não é o seu pai, então não faz sentido tentar fazer isso.



COMO NÃO PODERIA DEIXAR DE SER, INDICO UM LIVRO SOBRE ISSO TUDO O QUE EU FALEI!


EU AINDA NÃO LI, MAS, CONFIO NO AUTOR, ENTÃO: A Ditadura da Beleza e a Revolução das Mulheres", Augusto Cury 

Então é isso Socidade, até daqui há 15 dias, um beeeeeijo!


Postado por: Tayana Oliveira

comentário(s) pelo facebook:

12 comentários:

  1. Ameeei! Já ouvi muitas besteiras do tipo "eu sou a favor da igualdade entre gêneros, não do feminismo", acho que essas pessoas nunca pararam para ler um pouco mais sobre o conceito de femininismo. Além disso, algumas "feminazes" estão distorcendo cada vez mais esse conceito.

    http://lenaveiga.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Milena, o "Femismo" tem deturpado os ideias feministas e mas o importante é nós continuarmos reproduzindo a verdade que é o movimento para não deixar o lado ruim "sobressair".

      Bjs
      Tay

      Excluir
  2. Amei seu post, acho que a partir dele, muitas pessoas possam entender o real significado de feminismo, e que é a luta da mulheres por direitos iguais, e não por querer ser superior aos homens. Acho que as pessoas estão atualizadas em algumas coisas/sentidos, mas que não perceberam que os lugares das mulheres não é na cozinha, mas onde elas quiserem. Amei o termos que você esclareceu, ajudou a mim e com certeza vai ajudar a outras pessoas também.
    Que a luta pela direito igual continue, até que seja conquistado.
    https://nerdbookblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  3. Olá,

    adorei o post, confesso que clareou ainda mais para mim o conceito de feminismo, algo que vem sendo debatido e colocado para nós em diversos meios de comunicação. Defendo direitos iguais entre homens e mulheres. www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oie, parabéns pelo espaço.
    Não me considero feminista, e tento discutir pouco sobre o assunto, existem vários tipos de feministas e tem alguma coisa e outra que não concordo.
    Mas apoio a liberdade da mulher, apoio leis adequadas para aborto, só para citar alguma coisa.
    Lutar pelos direitos feministas é uma luta dura, mulher em pleno 2016 ainda é muito assedia moralmente, sexualmente...
    Você ter abordado religião em seu primeiro post foi bem interessante e inteligente, ainda tenho visto muito preconceito religioso em cima das mulheres.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  5. Olá!

    Nunca olhei pelo ponto de Jesus ser feminista, mas sempre soube que ele veio trazer amor e que ele nunca fez distinção entre homens e mulheres. Outro dia vi um post no facebook e diziam " ah não vem me dizer que Jesus era feminista.". Posso dizer que me senti ofendida de ver uma amiga falando assim? Pois pensei na mesma hora em todos os motivos que Jesus mostrava ser feminista. Todas essas passagens de não haver distinção, ele nunca diferenciou homens de mulheres. E além disso, ele evitou que uma mulher fosse apedrejada por adultério. Acolheu Maria Madalena que foi uma de suas maiores seguidoras. Boatos de que eram as mulheres que o seguiam que administravam os donativos que dava aos pobres... A mulher é muito poderosa não so na época de Jesus, como em toda a bíblia. Claro que no velho testamento tem todo um preconceito, leis estupidas para mulheres, etc. Mas ainda assim existem livros apenas de mulheres e muito mais.
    Não sei se posso me considerar feminista, pois ainda estou tentando entender tudo isso sobre o feminismo. Mas concordo com as coisas que você disse. Sobre a parte de submissão, lembrei de Efésios na mesma hora. Efésios é <3. E concordo plenamente com a parte do aborto, diversas amigas já tentaram me fazer mudar de ideia, mas não consigo me desapegar do fato de que acho errado.
    Adorei seu post e eu acho que muitas pessoas deveriam lê-lo!

    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pam, eu tbm tinha essa visão "torta" no antigo testamento até ler o antigo testamento hahahaha. Claro que o patriarcado existia, guerras e matanças desde sempre por terras, então, cabia as mulheres as casas e os filhos e aos homens a guerra. Mas chegou um momento que eu vi que era apenas isso, não tinha mulher sendo obrigada a nada, na bíblia, como em qualquer lugar, só se oprimem as mulheres que se deixam oprimir. Orgulho da minha Bíblia, orgulho das filhas de Zelofeade, orgulho de Ruth, de Esther, de Maria - que engravidou "sem ser casada" naquela época -, de Mirian que foi a mais corajosa Ever das crianças e salvou o menino que viria a ser o libertador do povo. E como nem só mulheres desconstroem o mito do machismo bíblico, orgulho master da tribo de Israel que vingou aquela concubina que fora estuprada, mostrando que não, ninguém merece ser estuprada, não importa se era amante, se era prostituta. Não deveria ter sido daquela forma e ponto.

      Excluir
  6. Oiii, tudo bem?
    É realmente bem relativo em relação a conversar sobre este assunto.
    Eu não sou muito chegada nisso, eu evito na verdade, mas eu apoio a igualdade e liberdade que todas mulheres, nós merecemos <3
    Beijão

    ResponderExcluir
  7. Tayana, simplesmente AMEI o seu texto.
    Um dos textos mais verdadeiros e corretos que já vi.
    Acho bacana falar sobre isso em um blog.
    É horrível ver como as pessoas adoram manipular a bíblia e interpretá-la da maneira que acha mais conveniente para si.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  8. Oi, Tayana, tudo bom?

    Demais o seu texto! Nunca vi o feminismo relacionado a religião e acho que você soube se colocar muito bem e explicar bem direitinho. É claro que no Velho Testamento na Bíblia existe várias regras sobre a submissão da mulher, mas se levarmos em consideração as ações de Jesus, é como você falou mesmo, ele nunca diferenciou os homens e as mulheres. Acredito que o feminismo é uma luta justa pra todas as mulheres, pois é a luta pela igualdade. Acredito que o verdadeiro sentido do feminismo venha sendo deturpado por algumas militantes do movimento que pregam o femismo, que também é conhecido como ódio aos homens, ou então que procuram pelo em ovo e isso acaba espantando algumas mulheres. Enfim, sou homem, cristão, e apoio a causa.

    Abraços,
    http://claqueteliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Adorei o que você disse, está de parabéns!
    Você escreveu sobre muitas coisas que eu penso.
    Muitas pessoas não sabem o real significado do feminismo, e não sabem também o que é uma pessoa machista, mulheres também são machistas. Eu também já fui machista comigo mesma, também já tive péssimas experiências, vindas de mim mesmo, assim como você.
    A sociedade nos faz entender que mulheres precisam se privar de algumas coisas, precisam evitar. Nós temos que fazer aquilo que queremos e sonhamos sim, e se precisarmos ser pioneiras, seremos.
    Interessante essa sua comparação com a bíblia, seria bom que muitos cristãos lessem isso.
    Adorei seu conceito de religiosidade, eu não sou religiosa, não tenho religião, mas isso não impede que eu tenha Deus junto e dentro de mim, isso não impede que eu seja cristã. Quando falo isso muitas pessoas me olham torto.
    Aguardo seu post ansiosa!

    Beeijos, Erica Regina
    Blog Parado na Estante / Fanpage Parado na Estante

    ResponderExcluir
  10. Oi *--*

    Que senhor texto!!!
    Adorei concordo com tudo que você disse, já ouvi tanta baboseira de gente se dizendo feminista e lutando por conceitos totalmente equivicados, o que falta no ser humano é conhecimento, é a manina de falar aquilo que julga certo sem saber se realmente é.

    Bjos
    rillismo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar, responderei você assim que ver o comentário. Beijos de sangue e até breve.