MENU

23 novembro 2015

Lubrificando - O porquê da minha castidade

Falar de sexo em algumas famílias cristãs e até mesmo em igrejas é um tabu. Aliás, chega a ser considerado imoral tocar nesse assunto. Contudo não deveria ser assim, já que é algo criado pelo Senhor, algo sagrado e que precisa ser debatido sim. Ué, mas precisa ser debatido por quê? Porque muitos jovens têm duvidas, medo e acabam perdendo sua castidade por falta de informação. Sem ressaltar os que escolhem esperar e sofrem com os preconceitos da sociedade.

Quando eu decidi esperar, eu não namorava ainda. Apenas sabia que queria guardar meu corpo para o casamento. Não foi porque na minha religião diz que é pecado, não foi porque minha mãe me ensinou a me guardar, não foi porque me mandaram fazer isso. Eu pesquisei, eu li na bíblia e percebi que ela aquilo que eu queria. E se eu namorasse e meu namorado decidisse não esperar comigo, com certeza ele não me amaria o bastante. Uma decisão tola? Para alguns sim, mas para quem escolhe? Não. Eu sei que irá valer a pena.


Eu poderia citar aqui onde você irá encontrar na bíblia a razão de se guardar, mas achei melhor não. Quis fazer esse post para falar o porquê de eu ter escolhido me preservar e guardar minha virgindade. Para mim, ela não é nada mais nada menos do que um tesouro. Se você tem um tesouro, você vai querer guarda-lo, não é mesmo? Vai querer proteger até encontrar alguém que você confie em dividi-lo. Mas como você vai ter certeza que uma pessoa é digna desse bem? Deus irá lhe dizer. Você amará, amará com um amor divino e quando estiver pronta, irá casar com ela. E aí sim, você poderá presentear ela. Ah, você verá como valeu a pena. Na verdade, eu não casei ainda, mesmo encontrando a pessoa certa. O tempo certo não chegou, mesmo assim eu tenho certeza que valerá a pena esperar.


Obvio que me julgam, obvio que duvidam de mim, obvio que riem da minha cara. Contudo, quando você está certo de algo, não importa as pedras e os olhares que os outros jogam sobre você. Apenas sua fé, sua vontade e sua coragem, basta para que você consiga. E isso? Eu tenho de sobra.

Bom, esse foi meu primeiro post aqui no blog e apesar de curto, define o que eu queria dizer ao mundo. Espero que tenham gostado e que deixem sua opinião sobre castidade. Um beijo grande. 

comentário(s) pelo facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por comentar, responderei você assim que ver o comentário. Beijos de sangue e até breve.